Palestra debate Direitos Humanos e Violência contra Mulheres na Câmara de Campo Maior

por Raimundo Otávio Ribeiro Neto publicado 11/12/2018 19h52, última modificação 11/12/2018 19h52
O evento contou com a palestra “Direitos Humanos e Violência contra a Mulher” proferida pelo presidente da Comissão dos Direitos Humanos da OAB-PI, Marcelo Mascarenhas

Em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Câmara Municipal de Campo Maior realizou na manhã desta terça-feira (11/12) Sessão Solene para lembrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos formulada pela Organização das Nações Unidas após a II Guerra Mundial.

O evento contou com a palestra “Direitos Humanos e Violência contra a Mulher” proferida pelo presidente da Comissão dos Direitos Humanos da OAB-PI, Marcelo Mascarenhas. O advogado lembrou que a sociedade distorce os objetivos dos direitos humanos.

“As pessoas tem reproduzido uma visão equivocado dos Direitos Humanos pelo fato de não compreender de fato o que significa. As pessoas pensam Direitos Humanos como o direito dos encarcerados”, rebate. “Mas não se limita a isso. O direito à educação, direito ao trabalho justo, o direito à paz são também defendidos”, diz.

Marcelo Mascarenhas comenta que a luta pela igualdade de gênero entre homens e mulheres é tratado pela primeira vez na Declaração Universal de 1948. “Um dos setores mais fragilizados é a questão das mulheres. O direito das mulheres é uma longa história. O direito ao voto feminino só foi conseguido um século depois que foi conquistado pelos homens. É preciso que a gente compreenda que na reflexão dos Direitos Humanos há essa discussão dos direitos das mulheres”.

O palestrante comentou as recentes conquistas das mulheres brasileiras com a Lei Maria da Penha e a Lei do Feminicídio. Porém, Marcelo afirma que essas medidas ainda são poucas para combater efetivamente a violência. Ele indica que o cenário brasileiro só vai melhorar se o assunto começar a ser trabalhado nas salas de aulas.

A Sessão Solene contou com a presença de autoridades, como o prefeito Professor Ribinha; presidente da Câmara, vereador Fernando Miranda; promotor criminal, Luciano Nogueira; presidente da OAB Campo Maior, Wilson Spíndola; e a coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, Luzia Pereira.

Assessoria Câmara de Campo Maior (camaradecampomaiore@gmail.com)

error while rendering plone.comments